[FILMES] 5 Filmes Brasileiros Sobre Ensino Médio

By 09:00:00

A escola e a adolescência são algumas das épocas que mais marcam nossa vida, seja positivamente ou negativamente. Principalmente o Ensino Médio. É lá que construímos grandes amizades e é também quando descobrimos mais sobre o mundo ao nosso redor. É nessa fase que temos contato com diversos tipos de primeiras experiências e passamos a enxergar o mundo de uma forma um pouquinho mais madura.

Quando falamos de cinema e de filmes que abordam essa fase, instantaneamente nos vem a cabeça apenas as produções hollywoodianas, o que não deveria acontecer. Não por serem péssimos filmes, até porque não são. O que acontece é que ao resumirmos essa abordagem da fase escolar (e também várias outras) apenas às produções norte-americanas, estamos apagando a nossa identidade e nos esquecendo que na verdade possuímos lindos filmes no cenário brasileiro. Pensando nisso o blog decidiu trazer uma lista com 5 filmes do cinema nacional que retratam o Ensino Médio.

Desenrola


Quando a mãe precisa viajar a trabalho, Priscila fica sozinha em casa durante um final de semana inteiro. Muita coisa acontece durante esse final de semana e Priscila acaba descobrindo mais sobre a vida e sobre ela mesma, vivenciando não só sua "primeira vez" sexual, como diversas outras "primeiras vezes".

Depois de assistir ao filme confesso que fiquei com vontade de sair por aí vivendo tudo que ainda preciso preciso fazer pela primeira vez. Além de criar toda uma atmosfera que nos teletransporta para nossa adolescência, Desenrola acerta na trilha sonora e em alguns bons nomes no elenco, como Juliana Paiva, a eterna Fatinha da Malhação.

As Melhoras Coisas Do Mundo


Mano é um adolescente de quinze anos que de repente tem que lidar com algo surpreendente: a revelação de que seu pai é gay. Isso acaba com a popularidade de Mano na escola e o filme segue durante um mês da sua vida após esse ponto de partida. Durante esse mês Mano tem as típicas experiências de um adolescente da idade: a primeira transa, os problemas de família, a pressão da escola e até mesmo cyberbullying.

O filme trata desses temas de uma forma bem realista e nada florida, o que o difere de outros do gênero. Além disso, aprofunda questões típicas da fase e retrata outras que não são tão abordadas assim. A trilha sonora é linda e o filme apesar de realista trata tudo de uma forma bem leve.

As Melhores Coisas Do Mundo poderia facilmente se tornar um filme estereotipado como muitos do gênero, mas incrivelmente consegue ir além disso, seja pela forma como trata questões polêmicas, ou até mesmo pelos clichês adolescentes bem colocados que conseguem criar uma fácil identificação com o público.

O Diário de Tati


Quando precisa esconder da mãe que tirou nota baixa na prova de matemática, Tati arquiteta todo um plano para despistá-la do fato de que ficou de recuperação. Não bastasse isso, ainda tem que lidar com as garotas populares da escola e fazer com que sua paixão platônica lhe note.

Talvez O Diário de Tati seja o filme mais fraco da lista, mas ele ainda assim consegue divertir e entreter. É aquele filme que te transporta de volta pra sua época de colégio, e que serve pra assistir quando não queremos pensar muito.

Confissões de Adolescente


Neste não temos apenas a fase do Ensino Médio, mas 4 momentos diferentes da adolescência, protagonizados por 4 irmãs que estão vivendo essas fases distintas. O filme começa a partir dos problemas financeiros do pai delas, o que leva as quatro a se aproximarem um pouco mais. Enquanto lidam com o corte de verbas na família, elas têm que lidar também com os problemas e descobertas da juventude.

Tina, a mais velha, de 18 anos, está na fase final da adolescência, logo após o término da escola, que é quando nos vemos tendo que fazer algo da vida e tendo que buscar mais responsabilidades, o que significa na maioria dos casos (e isso inclui o caso de Tina), procurar por um emprego. Bianca, a segunda mais velha, se encontra num relacionamento com outra garota, e representa aquela fase do Ensino Médio em que estamos em confronto com a nossa sexualidade e descobrindo mais sobre ela. Alice, também no Ensino Médio, está na fase da iniciação sexual: a perda da virgindade. E Karina, a mais nova, ainda no Fundamental, tem que lidar com a paquera e o primeiro amor.

O entrelace das 4 histórias é o que dá todo o charme à trama. É lindo de ver o amor entre as irmãs e a forma como se ajudam e lidam com esse turbilhão de coisas. Fiquei com vontade de conhecer as 4, dar um abraço nessas lindas e dizer: "ei, vocês não estão sozinhas".

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho


Baseado no curta-metragem "Eu Não Quero Voltar Sozinho", o filme conta a história de um deficiente visual que se vê apaixonado pelo novato do colégio, que logo se torna um grande amigo. A descoberta dessa paixão acaba confundindo Leo, que além de tudo o que está acontecendo tem que lidar também com a superproteção da mãe.

E aí? Se identificou com algum? Agora é só chamar os amigos da época de colégio e relembrar desse período maravilhoso enquanto assistem aos filmes da lista.

0 comentários