[SÉRIES] Gilmore Girls | 5 Motivos

By 09:00:00

Quase 10 anos após o término da série, as garotas Gilmore estão de volta. Durante os seus 4 episódios a temporada vai acompanhar cada uma das estações do ano e mostrar como está a vida das nossas garotas depois de tanto tempo. Aproveitando que agora em novembro a Netflix vai lançar a nova temporada, o blog resolveu listar 5 motivos para você conhecer (e amar) Gilmore Girls.


Gilmore Girls conta a história de Lorelai e Rory, que antes de mãe e filha são principalmente amigas. Lorelai engravidou quando tinha apenas 16 anos e agora, 16 anos depois, tem que lidar com a adolescência da filha. Além disso ela não possui um bom relacionamento com os pais, que parecem gostar mais de Rory do que dela. Apostando em Rory todo o futuro que queria para Lorelai, Emily está em constante conflito com a filha, que mesmo com 32 anos parece continuar sendo apenas uma garotinha imatura para ela. Se só essa sinopse ainda não te convenceu, aí vão 5 motivos para assistir a série.

Relação de mãe e filha


Pela pouca diferença de idade a relação entre as Gilmore se torna muito mais fácil. Elas são como melhores amigas ou até mesmo irmãs, que brigam, mas logo se entendem. Como toda mãe e filha elas discutem, mas são discussões saudáveis e que ajudam melhorar a relação delas. Geralmente essas discussões tem um lado mais infantil e que dá a sensação de que realmente são duas irmãs brigando, como no episódio da 1ª temporada em que a Lorelai fica com ciúmes da Rory com os avôs. Sabe quando uma irmã fica com ciúmes da outra por achar que ela está recebendo mais atenção? Pois então...

A Lori é infantil em vários momentos e isso não acontece por acaso. Esse traço da personalidade dela muito provavelmente está ali para desconstruir o padrão que se tem de mãe e fazer um contraste entre ser mãe e o poço de maturidade que se espera. É muito engraçado porque muitas vezes parece que a Lori que é a filha e a Rory que é a mãe. Essa troca de papéis garante cenas maravilhosas, tanto cômicas como dramáticas. E o legal é isso, ver que as duas estão a cada dia aprendendo juntas um pouquinho mais a como ser mãe e filha.

É claro que quando é preciso a Lorelai cumpre o papel de mãe em ensinar e educar o filho, mas isso não acontece de uma forma hierárquica como estamos acostumados. E veja só... funciona muito bem.

Aconchego


Sabe aquela série que você pega pra assistir comendo aquela comfort food naqueles dias em que tudo o que você quer é ficar na cama escutando o barulho da chuva e curtindo o friozinho? É o caso de Gilmore Girls. A série te dá aquele sentimento de aconchego e te faz se sentir abraçado, com a sensação de que você realmente tem duas amigas para assistir Netflix com você enquanto toma chocolate quente... ou então um bom café, como a Lorelai prefere.

Jantares em família


Lorelai, que nunca gostou de visitar a casa dos pais nem de pedir muita coisa a eles, se vê obrigada a fazer isso quando precisa pedir que a mãe pague o colégio da filha. É quando Emily impõe a condição de que todas as sextas-feiras, e por todas ela realmente quer dizer todas, Lorelai vá jantar com ela e leve Rory. Durante esses jantares muitas coisas acontecem, desde Emily tentando arranjar um namorado para Lorelai até comentários ácidos e lavação de roupa suja.

Jared de Supernatural


Se você já assistiu Gilmore Girls e ficou com a sensação de que conhece o Dean de algum lugar, você provavelmente está certo. O ator é o mesmo que interpreta o Sam Winchester de Supernatural. Ele era bem novinho quando estreou na série, mas já esbanjava talento. Jared consegue que seu personagem tenha uma química muito boa com a Rory e faz um casal muito fofo com ela.

Lições que a série passa


Além de ser toda fofinha, de ter o Jared no elenco e ainda nos presentear com os jantares de sexta, a série também ensina várias lições, mesmo que algumas não sejam ditas com todas as letras. Elas aparecem de forma sutil, e você precisa apenas assistir e entender o que querem dizer com tudo aquilo.

E aí? Vai dizer que não ficou com vontade de conhecer a série? Agora é só pegar a comfort food e correr pra Netflix.

0 comentários