[SÉRIES] The Walking Dead (07x02) | Review

By 16:15:00


Através de um episódio com uma narrativa menos ágil que a da Première e com bons efeitos, fomos apresentados ao Reino, que pode ser uma das maiores Comunidades com a qual já nos deparamos na série. A estreia de Shiva, criada digitalmente, conquistou todos os fãs, não só pelo trabalho absurdo de reproduzir uma personagem totalmente digital com tamanha realidade, como também pelo próprio carisma do animal, que já mostra ser uma peça importante na história.

O Reino é introduzido para o público através de Carol e Morgan, que são guiados para o local após descobrirem a identidade dos homens de armadura que os ajudaram quando os vimos pela última vez. Quando Carol recupera a consciência somos apresentados à Ezekiel, autointitulado Rei da Comunidade. Um homem educado, otimista, teatral e excêntrico, que possui ao seu lado a tigresa Shiva e que já deixa claro como tudo funciona ali.

Apesar de se mostrar maravilhada com o Reino na frente de Ezekiel e bastante grata pela ajuda, Carol na verdade não vê a hora de fugir dali. Acostumada com as péssimas experiências em Woodbury e em Alexandria, ela não acredita no Reino e afirma que as coisas naquele local são irreais, vendo mais uma vez um contos de fadas criado para confortar o vazio pós-apocalíptico humano.


Descobrimos que o Reino também faz parte das comunidades que devem trabalhos à Negan. Ezekiel parece levar tudo com muita diplomacia, apesar dos abusos por parte dos Salvadores, e mantém a relação em segredo dos moradores da sua comunidade. Talvez por isso tenha demonstrado tanto interesse em Morgan e Carol durante o episódio, por estar cansado da tirania do grupo e por isso pretender se fortalecer.

Ao saber dos planos de fuga de Carol, Ezekiel tenta mostrar a ela uma outra perspectiva da situação. Ele não impede sua saída, mas argumenta para convencê-la a ficar, contando a história de como se tornou o Rei Ezekiel e de como conquistou a confiança de Shiva. Talvez a sua conversa tenha surtido algum efeito, já que Carol não abandona o Reino e ao final recebe a visita dele com sua fiel amiga.

O episódio pode realmente ter sido devagar e com poucos acontecimentos, mas tudo foi necessário e propositalmente pensado para introduzir o novo arco, que necessitava de foco em seus detalhes e minuciosidades para que tudo fosse plenamente explanado. Mais do que uma série sobre zumbis, The Walking Dead se trata de uma série sobre relações humanas em condições antes impensadas e agora extremas, que explora até que ponto o ser humano chega para garantir a sua sobrevivência. Esperar que todos os episódios sejam como o da Première é errôneo, e mais do que isso, é até mesmo ingênuo.

0 comentários