5 Motivos Para Assistir Dear White People

By 09:00:00


Dear White People (ou Cara Gente Branca), série original da Netflix, estreou no primeiro semestre desse ano e incrivelmente, diferente da maioria das séries da plataforma, não se tornou assunto nas redes sociais. Parece que quando o assunto é racismo, fica mais difícil para as outras pessoas se interessarem. Seja por incômodo de perceber as próprias atitudes racistas ali ou por achar o tema irrelevante, o fato é que a importância da série foi ignorada. Pensando nisso, o blog decidiu listar 5 motivos para te convencer de que você PRECISA assistir essa série.

Enredo


A primeira coisa que por si só ja vai te fazer querer assistir é a trama. A série conta a história de um grupo de jovens negros em uma Universidade dos Estados Unidos, narrando como acontecem suas diferentes vivências nesse meio majoritariamente branco. A trama tem como ponto de partida uma festa blackface dentro do campus, o que acaba sendo o estopim para toda a discussão racial entrar em pauta.

Ambiente universitário


Toda a atmosfera trazida pela escolha de um ambiente universitário é o que garante a essência e a existência do universo da série. O ambiente acadêmico confere situações que não poderiam ser abordadas da forma como foram abordadas ali, e por isso se torna essencial para a construção da trama e dos personagens.

Você pode terminar os 10 episódios sendo menos racista


Olha só, que interessante! Você realmente pode sair dali sendo menos babaca. O racismo estrutural está tão presente que muitas vezes somos racistas no nosso dia a dia sem perceber. A série dá um tapa na nossa cara ao trazer questões frequentemente ignoradas e gera incômodo, o que é importante para que quem assista se perceba no papel de opressor.

Particularidades


É comum as pessoas reduzirem negros a estereótipos, tanto físicos como sociais e psicológicos. Você com certeza já deve ter visto alguém (ou sido esse alguém) que tenha dito que tal pessoa parece com tal famoso, daí quando você realmente vai ver quem é o famoso, a única semelhança entre as pessoas é a cor. Isso é mais comum do que a gente imagina. Traços negros e identidade negra têm suas particularidades frequentemente ignoradas. Além disso, os negros também enfrentam outras questões além de serem negros, como colorismo, sexualidade e padrões estéticos, que são abordados com didatismo na série, introduzindo questões como a forma que uma negra de pele clara lida com o racismo diferente de uma negra de pele escura e de como alguns negros muitas vezes precisam se encaixar em padrões para que sejam aceitos melhor num meio racista.

Relacionameno inter-racial


A protagonista Sam mantém um relacionamento com Gabe, que é um homem cis branco. O relacionamento levanta diversas questões dentro da série, e é interessante ver a forma como Sam e as pessoas ao seu redor lidam com isso.

Convencido da importância da série? Agora é só abrir a Netflix e começar a maratona.

0 comentários